Tranças!

Por Débora Gumiero

Segundo o site Wikipedia, a trança é mais precisamente um nó no cabelo, com o objetivo de enfeitá-lo.

Na Grécia antiga, estava sempre presente nas cabeças de suas Deusas e sacerdotisas, durante a Idade Média estava presente nas mulheres com seus penteados muito elaborados e refinados (que podemos apreciar nas pinturas Medievais e Renascentistas). Outro momento histórico das tranças foi durante a década de 70, mas até hoje este entrelaçar de cabelos tem ganhado novos formatos e adeptos no mundo todo.

A trança sofistica um look e otimiza seu tempo.

Existem tranças para todos os gostos e habilidades, veja algumas:

 

Trança Espinha de peixe

 

1 – Separe o cabelo em duas partes iguais.

2 – Pegue um pequeno pedaço de cabelo (de preferência de baixo para que ele enrole toda a seleção) de uma das partes e leve até o outro lado. Tenha certeza de que os pedaços não estão grossos ou vai parecer uma trança normal.

3 – Repita tudo para o outro lado.

4 – Repita as etapas 2 e 3 até o final da trança.

5 – Para sua trança parecer mais cheia suba o elástico e nivele as pontas.

Trança Cascada

 

1 – Comece com uma trança regular de três pontas.

2 – Depois de 3 ou 4 torcidas deixe cair uma das partes e pegue outro pedaço do local aonde sua trança está indo. Repita quantas vezes forem necessárias.

Trança Coroa

 

1 – Separe a maior parte do seu cabelo para frente (no seu rosto).

2 – Comece trançando as três partes de baixo perto da nuca.

3 – Enquanto você for trançando, siga o formato da coroa e vá adicionando cabelo conforme você vá contornando.

4 – Termine a trança e prenda com um elástico. Depois disso coloque-a no lugar com o auxílio de grampos.

 

Curtiram? Quero ver todo tentando hein? Mandem suas sugestões nos comentários!

Elabeijos