Dica de leitura: Eu sou o número 4

“Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes com os quais vocês só podem sonhar. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes — mas somos reais.”

Para os adolescentes ufomaníacos de plantão, este é livro que vocês devem ler. Quem nunca pensou que seu colega estranho era um E.T? Quem nunca sonhou, em algum momento na vida, em ser um alienígena? Ou pior, por ser tão diferente dos outros, quem nunca pensou ser um E.T?

Eu pensei e ainda penso até hoje que sou um deles, às vezes tenho a impressão de que meus tornozelos vão se dobrar para trás e eu vou sair saltitando como se eu fosse um alien do filme MIB – Homens de Preto, hehe. Brincadeira, não sou tão louca assim, mas eu queria um Clark Kent pra mim, ô E.T bonito, vai ser bonito assim lá na minha espaçonave!

Mas, enfim, voltando para a história do livro.

John Smith, o número 4, é, aparentemente, um adolescente como qualquer outro; ele quer viver, conhecer pessoas, aprofundar relações, experimentar, se apaixonar… mas sua vida de fuga não permite tais luxos e sempre que surge qualquer sinal de perigo ele é obrigado a fugir com seu fiel mentor Henry.

O que os humanos não sabem (e não devem saber) é que, quando se é um dos últimos lorienos vivos, além de passar pela turbulenta fase da adolescência, você vive em alerta constante, cada movimento estranho pode ser um sinal de perigo iminente. Lorien, o planeta de origem dos 9 lorienos que vieram à Terra, foi devastado por uma espécie destrutiva por natureza, os mogadorianos, e eles não descansarão até aniquilar todos os lorienos restantes.

E, quando se é um lorieno fugitivo, fica difícil ter uma vida adolescente normal, John vive trocando de cidade, nome e vida e está cansado de tudo isso. É num momento turbulento como esse que Sara Hart aparece. Levado pelo sentimento, John passa por riscos e perigos constantemente, desde ser humilhado pelo ex-namorado de Sara e lidar com um amigo desconfiado de sua origem, até o surgimento de seus Legados (habilidades especiais).

John, no decorrer de sua estada em Paradise, acaba fazendo inimigos (que depois se revelam aliados), amigos e tem até uma namorada, mas sua vida perfeitinha chega ao fim quando Henry decide investigar a origem de uma estranha revista e é quando a história dá uma guinada de 180 graus. Os mogadorianos descobrem o paradeiro de John e passam a caça-lo. Na perseguição John e Henry se salvam mutuamente e, agora não há mais tempo fugir e lugar seguro para se esconder, o inimigo deve ser enfrentado, quaisquer que sejam as consequências.

Um livro que vale a pena ler pelo desenvolvimento da narrativa e história, o tema é batido e o enredo pode ser resumido em 5 linhas, mas mesmo assim vale a pena dar uma conferida. E, como sempre acontece, o livro é MUITO melhor que o filme, mas quem prefere assistir um filminho a ler um livro fica a dica.

Sinopse
O planeta Lorien foi destruído. Os habitantes foram dizimados, exceto nove crianças e seus Guardiões, que se exilaram na Terra. Mas a raça que devastou aquele planeta os seguiu. Agora, os Nove estão sendo caçados. A guerra deles chegou à Terra, e aqui será decidida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s