Você tem que assistir Orações para Bobby

Por Caroline Nishi

Você já ouviu falar deste filme? Não?
Bom, isso é comum pois este filme foi injustamente mal divulgado.
Um amigo da faculdade indicou e me preparou “você vai chorar horrores quando assistir”.
Eu pensei “então tá, é bom chorar de vez em quando” e fui assistir o filme. Só que eu não estava preparada para o que estava por vir.

A família Griffith parece perfeita, eles estão comemorando o aniversário da vovó. Todos unidos, rindo e brincando, a típica família norte-americana.
Mary (Sigourney Weaver), a matriarca da família, é uma católica devota e segue à risca os ensinamentos da bíblia sem nunca questionar. Ela é casada e tem 4 filhos, o seu favorito é Bobby, ele é perfeito aos seus olhos.
Bobby, apesar de se mostrar alegre e brincalhão, em seu coração há muitas dúvidas, ele sente que é diferente. Num desabafo, ele assumi que é homossexual e sua mãe não aceita. Mary acha que o homossexualismo, conforme dito na bíblia, é uma abominação e deve ser combatida, ela crê que seu filho está doente e passa a buscar tratamentos, desde consulta ao psicólogo a orações, cultos religiosos e até espalha bilhetes pela casa para lembrá-lo dos ensinamentos de Deus.

Bobby fica cada vez mais confuso e não se aceita como é por tudo que já ouviu sua mãe dizer e Mary, cega pela religião, não percebe que está perdendo o seu filho. Bobby, sem o apoio daqueles que ama desaba numa espiral de tristeza e angústia e acaba se suicidando.

E a partir daí preparem os lenços…

Apesar da grande perda, todos estão tentando levar a vida adiante, exceto Mary. Corroída pela culpa e pela falta que Bobby lhe faz, ela quer saber o que aconteceu com ele. Foi sua culpa? Foi a vontade de Deus? Por que Ele não o curou?

Este filme não é um blockbuster, ele foi feito para a TV, mas se tornou um fenômeno na internet. “Orações para Bobby” é a história real de um garoto que se descobriu diferente e foi condenado pela mãe e a história de uma mãe que teve que abalar os alicerces de sua crença para encontrar respostas para suas perguntas em busca do perdão do filho.

Quando me disseram que Sigourney Weaver (Alien e Avatar) estava no elenco eu tive certeza de que o filme era bom. Por este papel ela foi indicada ao Emmy e ao Globo de Ouro.

E não tenha dúvidas, chorei horrores assistindo, indico para todos, independente da religião ou opção sexual. Gostei do filme por tratar de dois temas ainda controversos entre si homossexualismo e religião, a ignorância em aceitar o diferente e como a religião não questionada pode causar estragos em nossa vida e na vida daqueles que nos cercam.

Assista o trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=We5DBUZUFG4

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s